sexta-feira, 6 de março de 2015

Caso para dizer que o género nos une e a classe nos separa


Françoise Hardy diz que as feministas são feias e têm mau humor. Estas declarações até passariam razoavelmente bem, porque bastante primárias, se a elas não fossem associadas estas outras bem mais sofisticadas:
Françoise Hardy paga 40 000 euros por ano de ISF, o que significa que a sua fortuna deve estar estimada bem alto. Penso que as pessoas da categoria de Hardy não se dão bem conta do drama que é viver do rendimento mínino social. Bem, de uma coisa sabemos, a consciência de classe "chez les bourgeois" é tudo menos enfraquecida nos tempos que correm. O melhor é mesmo ficar pelas melodias simples das suas canções de juventude:

Sem comentários:

Publicar um comentário